TRAVESSIA

“... Solto a voz nas estradas,

 

No simpático bairro da Vila Mariana em São Paulo se encontra a Travessia Filmes, uma produtora de audiovisual dedicada a cultura e a projetos  educacionais. Foi a partir de uma dessas iniciativas que nasceu a parceria entre Bruno Cucio e Vinicius Toro. Juntos tem expressado  uma visão crítica e contundente de mundo, como no longa-metragem "Para'í", ainda em fase de lançamento, no curta metragem “Até onde”, selecionado para a 17ª mostra de cinema de Tiradentes, e na coordenação pedagógica do projeto “Circuito Cultural 2013” do Instituto Agires.             

 

Já não quero parar...”

 

Sinta-se a vontade para caminhar pelas páginas e conhecer por onde temos andado.

Graduado pela FAAP em Cinema e sócio da Travessia Filmes, desde 2009 atua em projetos audiovisuais voltados à produção artística e à formação de público. Fez produção executiva em Para'í (2017), longa-metragem dirigido por Vinicius Toro e produzido pela Travessia Filmes. Dirigiu o curta-metragem Um Homem Satisfeito (2015), exibido no 26º Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo; Até Onde (2013), selecionado para a 17ª Mostra de Tiradentes; Será (?) (2012), realizado em parceria com o grupo de teatro Caixa de Imagens e exibido no Centro Cultural São Paulo e no Festival de Cinema de Paranapiacaba.

 

Coordenou o projeto socioeducacional Circuito Cultural, de 2010 até 2013, além de dar aulas de roteiro e direção em escolas e instituições de ensino, como: POIESIS, IED - Instituto Europeu de Design, Colégio Bandeirantes, Escola Oswald de Andrade e Escola Carandá Viva Vida.

 

Foi produtor e curador do festival de cinema XI Cinefest Gato Preto, contemplado pelo ProAC Ações de Fomento em 2014; e produtor do Move Cine Arte, em 2012.

 

Como assistente de direção participou dos curtas-metragens Onde Você Vai (Victor Fisch, 2010), ganhador do 22º Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo e A Triste História Kid-punhetinha (2009), de Dida Andrade e Andradina Azevedo, selecionado para o festival de Gramado. 

Bruno Cucio

Vinicius Toro

Se formou em Audiovisual na USP, na qual realizou a monografia sobre a direção de atores crianças, resultando no filme Fim de Semana Sim, que participou de vários festivais pelo país. Desde então se envolveu em diversos projetos em que o cinema foi uma ponte para se encontrar com outros mundos: o mundo das crianças, das periferias da cidade, das pequenas cidades do interior. Nesse percurso realizou o filme Até Onde, no qual a história de estudantes se tornou um curta-metragem vencedor de prêmios internacionais. 


Esse processo se aprofundou até chegar no mundo dos indígenas Guarani. Vinicius trabalhou e viveu os últimos anos em meio a aldeias tradicionais, aprendendo sua cultura e realizando trabalhos artísticos: documentários, exposições fotográficas, livros, culminando no filme de ficção Para’í, resultado da criação em parceria com um grupo indígena e desenvolvido a partir de fatos vividos durante o processo da luta pela terra Guarani.